top of page
Buscar
  • Foto do escritorMilena Pontes

Entrevista | Renata Costa compartilhou sua história na fisioterapia e na estética!

Em uma entrevista para a Med Sam, Renata Costa, Fisioterapeuta Dermatofuncional, compartilhou um pouco da sua história com a Bia, Consultora de Marketing da Med Sam, e contou como foi o início do seu caminho na fisioterapia, atendendo como massoterapeuta, como professora de pilates, e os caminhos que trilhou até atender hoje na estética.



Bia: Dra. Renata, como foi pra você entrar no mercado da estética?


📌 Renata Costa: Eu já trabalhava como fisioterapeuta na área de pilates e nesse mesmo espaço que eu dava aula eu consegui ter os meus primeiros atendimentos na área de dermatofuncional. Depois disso, foram vários atendimentos, pois as mulheres sempre estão procurando melhorar. Então fui fazendo a minha primeira clientela nesse espaço, e daí em diante, continuei captando novos clientes.


Depois consegui montar a minha sala, comecei do zero comprando meus primeiros equipamentos e fazendo uma captação maior de clientes. Desde então, tenho clientes que me acompanham até hoje nesse espaço que eu faço meus atendimentos.


Bia: Você sempre trabalhou em um local fixo?


📌 Renata Costa: Não, logo quando me formei e trabalhava com massoterapia, comecei a fazer os primeiros atendimentos domiciliares.



Bia: Para você, qual é a maior diferença entre atender no home care e no espaço físico? É a locomoção?


📌 Renata Costa: O home care tem as suas vantagens, você não precisa alugar um espaço, então pode diversificar os locais de atendimento. Por outro lado, você precisa de um tempo maior de disponibilidade para realizar esses atendimentos externos.


Se você tem equipamentos, para locomover em caso de equipamentos portáteis é um caso até mais fácil, mas quando você começa a crescer e investir em tecnologias mais avançadas e maiores, ai se torna mais difícil de transportar esses equipamentos.


Então, eu optei em ir migrando para o espaço físico, onde os meus atendimentos ficassem concentrados em um espaço fixo.


Bia: Teve um momento que você percebeu que você precisava investir em equipamentos maiores e um espaço fixo?


📌 Renata Costa: Foi acontecendo aos poucos, uma caminhada de degrau em degrau, sendo que, eu sempre tive bastante apoio dos meus familiares, e eles perceberam a minha dedicação e empenho em relação a isso.


Então, eu vi a necessidade de estar investindo em equipamentos também, mas é claro que para o fisioterapeuta, as mãos acabam sendo sempre a nossa principal ferramenta. Mas, com certeza a eletroterapia vem agregando muito valor nos nossos tratamentos.


Bia: Como você chegou até o seu espaço físico? Você alugou uma sala? como foi?


📌 Renata Costa: Quando eu iniciei no meu primeiro espaço eu fui até bastante ousada nesse sentido, porque eu não tinha clientes nesse período e local, mas eu gostei do local e residia mais ou menos próximo. E aí, eu comecei do zero e construí o negócio, conquistei a clientela, mas hoje eu acho que não faria dessa forma.


Depois disso, comecei a sublocar espaços e hoje subloco o espaço aqui na Kenko Fisio, aqui é uma clínica com atendimento multidisciplinar, tem vários profissionais que a gente pode fazer essa troca né, ter essa diversidade para o cliente fazer tudo no mesmo espaço.


Também para quem está começando isso é uma vantagem/benefício, onde você tem mais facilidade de captar uma nova clientela ou conseguir os seus primeiros clientes.

Eu gosto bastante de ter essa troca.


Bia: E acaba agregando aos protocolos, o contato da estética com a atividade física, e tento tudo isso no mesmo espaço para você e para o cliente acaba facilitando muito, né?🕵


📌Renata Costa: Facilita bastante, porque o cliente já está dentro desse universo de cuidar da saúde e de buscar esse bem estar. E muita das vezes, ou o cliente não conhece a estética e passa a conhecer, ou o cliente que já é fã da estética, mas ainda não iniciou as atividades físicas e precisa de um "empurrãozinho". Então estar em um espaço assim e estar próximo, ou procurar um parceiro também da área é bem legal.


Bia: Você disse que depois de formada buscou muitos workshops, cursos e fez outras especializações. Se você tivesse se formando hoje, você acha que seria diferente? Mais fácil ou mais difícil encontrar essas informações?


📌 Renata Costa: O mercado hoje está muito diferente de quando eu iniciei, um pouco mais de 10 anos. Hoje o mercado está muito mais competitivo, por outro lado tem muito mais acesso a informação, muito mais facilitado.


E com a pandemia aumentaram os cursos online, o que antes precisava viajar para outros estados, alugar um hotel, ter mais despesas, hoje temos a opção de fazer os mesmos cursos de forma online, e isso acaba sendo mais fácil.


Mas pelo mercado estar cada vez mais competitivo, a gente precisa realmente buscar cada vez mais esse diferencial, buscar entender as demandas do mercado atualmente. Porque, antigamente era muito tranquilo montar uma sala e começar com uma massagem, com uma limpeza de pele, enfim. Hoje, até é possível começar sim, mas é preciso ser um profissional diferenciado, precisa buscar os seus diferenciais para se sobressair no mercado.


Bia: O mercado de estética é praticamente dominado por mulheres, tanto as profissionais, quanto as clientes. E você é uma referência, um espelho para muitas outras profissionais. Como você se sente sobre isso?


📌Renata Costa: É um desafio muito grande inspirar outras pessoas. Nem sempre eu me vejo dessa forma, mas por outro lado é muito gratificante ver que pessoas que acreditam, que realmente se inspiram.


Ao decorrer desse período eu acabei conhecendo uma pessoa que hoje faz parte da minha equipe, e na época ela se voluntariou para fazer estágio comigo, e isso foi muito bacana pra mim, na época eu estava buscando mesmo uma estagiária, mas ela se voluntariou e hoje ela já é formada, já atua, já faz parte da equipe. E eu percebi justamente isso, tem pessoas que se inspiram e acreditam, mesmo sem a gente perceber a gente acaba sendo espelho para outras pessoas.


Hoje em dia com esse universo digital também, como isso se propaga de uma forma muito intensa, tanto para o profissional, quanto para os clientes, eles conhecem a gente e a conexão é muito maior.

Bia: E o que você diria para uma mulher que está começando na carreira agora?


📌 Renata Costa: Buscar definir o que você realmente quer, aonde você quer chegar, quais os seus diferenciais e acreditar em você, no seu potencial e investir muito em conhecimento, porque o conhecimento é um grande diferencial para se destacar no mercado.



Bia: Concordo plenamente com você, quero te agradecer por tirar esse tempinho pra gente, por todas essas dicas e por contar um pouco da sua história.




O conhecimento é um grande diferencial para se destacar no mercado" - Renata Costa




🔎 Esse bate papo entre a Renata Costa e Bia, foi ao ar também em vídeo no canal Clube das Empreendedoras, da Med Sam, no dia 2 de setembro de 2021.



📌 Para mais conteúdos do mundo da beleza, saúde e estética como esse, assine a newsletter do Blog Med Sam e nosso perfil no Instagram @medsam.com.br



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page